Tsurus Metamorfos!

Lançamento supimpa!

Ontem no Patuscada foi muito divertido! Arigatou pela parceria, querido editor Eduardo Lacerda. A invasão ciborgue-androide-alien e o bando de tsurumorfos dominaram a Vila Madalena. Obrigado a todos os que participaram e prestigiaram, incluindo os amigos de terras distantes. O lançamento da “Hiperconexões” 3, do nosso querido organizador Luiz Bras (Paisagem Personas) foi ótimo. Os Poetas do pós-humano arrasaram. Desculpem-me se esqueci de clicar alguém e se algumas fotos saíram tremidas… É a idade chegando! Esqueci os meus óculos em casa, hahaha.
Abraços Dobrados Clicados e Agradecidos.

Captura de Tela 2017-04-09 às 09.45.18

Mais fotos no FB: clique aqui!

[Tsurus Metamorfos. Um por dia, até 8 de abril]

Últimos tsurus Metamorfos 40/40. Obrigada por acompanharem essa missão hipercontectada, rs. Abraços Dobrados Finalizados.

Que os tsurus metamorfos de coração, espalhem a Longevidade, a Paz e o Amor entre homens, máquinas e todos os seres vivos.
Abraços Dobrados Metamorfos do Coração.
VI. Última Série Tsurus Metamorfos – Tsuru Coração

40. Último da Série Tsuru Metamorfo Tsuru Coração 09.09042017 – Papel utilizado: Filipaper Scrap Decor Poá Branco/Prata (30,5cm x 30,5cm) + Peças diversas + Fio de Alumínio.

03.TsuruMetamorfoCoração 09.09042017

39. Tsuru Metamorfo Tsuru Coração 08.08042017 – Papel utilizado: Filipaper Scrap Decor Poá Branco/Prata (30,5cm x 30,5cm) + Peças diversas + Fio de Alumínio.

03.TsuruMetamorfoCoração 08.08042017

Bom dia! Missão cumprida. Amanhã acabo de postar os últimos dois tsurumorfos, completando 40 peças. Viva. Consegui, rs.
Abraços Dobrados Metamorfos de Coração.

Mil tsurus (grous) de titânio trouxeram Tereza Yamashita para a Terra. Missão I: dobrar e desdobrar os mistérios da Girafa. Missão II: espalhar mil Abraços Dobrados entre Gatos e Crianças.

38. Tsuru Metamorfo Tsuru Coração 07.07042017 – Papel utilizado: Filipaper Scrap Decor Poá Branco/Prata (30,5cm x 30,5cm) + Peças diversas + Fio de Alumínio.

37. Tsuru Metamorfo Tsuru Coração 06.06042017 – Papel utilizado: Filipaper Scrap Decor Poá Branco/Prata (30,5cm x 30,5cm) + Peças diversas + Fio de Alumínio.


Bom dia. O livro chegou e ficou bonitão! Fresquinho da gráfica. Feliz por participar. Postagem da última série de Tsurumorfos – Tsuru Coração. Contagem regressiva 36/40. Abraços Dobrados Agradecidos (Paisagem Personas + Editora Patuá + Autores) com Alegria no Coração.


36. Tsuru Metamorfo Tsuru Coração 05.05042017 – Papel utilizado: Filipaper Scrap Decor Poá Branco/Prata (30,5cm x 30,5cm) + Peças diversas + Fio de Alumínio.


Chegando ao final da série Tsurus Metamorfos – Um por dia, desde o dia primeiro de março até o dia oito de abril. Foram 39 (um extra = 40 pra ficar um número redondo, rs.). A ideia partiu da antologia “Hiperconexões: Sangue e Silício”, organização do Luiz Bras, pela Editora Patuá. Participo com dois poemas, é a minha estreia na poesia “adulta”.

“O que é o pós-humano? É um conceito elaborado pelo trio ciência-arte-filosofia, uma reflexão sobre o próximo passo evolutivo de nossa espécie. Por meio da biotecnologia e da tecnociência, o ser humano está modificando fisicamente o próprio ser humano. Aonde isso nos levará, ninguém sabe ao certo.”

Pra falar a verdade, o futuro me assusta um pouco, tive que ensinar a minha mãe a utilizar o computador, eu mesma tive que aprender na marra. Comprei um dos primeiros MAC(s) para fazer trabalhos de publicidade. Antes, eu trabalhei em uma agência onde o computador vinha com uma tela verde, um antiquadíssimo PC 286, rs. E na Folha de S.Paulo eu usei um MAC com tela em preto e branco pra fazer infográficos.

Não havia internet ainda! Outro dia, conversando com uma amiga que acabou de ter um bebê, eu me lembrei: para chamar o pediatra da minha filha em caso de emergência, nós ligávamos para o Pager do médico, dá pra acreditar?! E hoje converso com o meu ginecologista via WhatsApp ou Messenger. Falo com a minha filha, que está em outro estado, via Skype. Em 2009, quando fui ao Japão, do outro lado do mundo, ainda usando o telefone, (celular/conexão internacional ainda era muito cara), parecia que eu conversava com o vizinho, de tão boa que é a transmissão telefônica, sem interferências ou chiados. Hoje a televisão está em alta definição, digital. O analógico desapareceu. Já existem pequenos robôs que limpam a casa, aspirando o pó. Tantas modernidades, mas o homem ainda continua perdido… solitário e procurando uma resposta para a sua existência.

Voltando para as dobraduras, os tsurus metamorfos saíram fora de controle, eram para ser customizados com peças industriais, mas saíram assim, com flores, borboletas, madeiras e diversos materiais. Mas não parei, continue, deixei a criatividade vir, sem cobranças ou críticas. De alguns eu gostei mais, outros menos, enfim, achei que o importante era não desistir da meta dos 40 tsurus. Não sei, talvez eu precisasse extrapolar a criatividade através desses metamorfos, rs. E nos tsurus finais, eu até tentei utilizar peças e algo mais tecnológico, rs. E, pra finalizar, acabei dobrando um tsuru em formato de coração.

Concluindo, de todas as transformações dos tsurus, cheguei ao formato coração. Pode parecer piegas, romanticóide, mas um professor uma vez me disse e eu nunca esqueci: “O que as pessoas realmente precisam é de carinho e amor.” Não importa o quão ricas, inteligentes, bem-sucedidas, pertencentes a qualquer tribo, com ou sem implantes, com tatuagens, cabelo crespo ou liso, sendo homem, mulher, criança, transgênero, transmorfo. Sempre buscaremos o afeto, o amor, o reconhecimento das pessoas e, o principal, o reconhecimento de nós mesmos. Se não nos amarmos, quem nos amará?! Apesar de todas as diferenças, creio que o único sentimento sem raça, distinção, credo ou política, é o amor puro/incondicional, seja ele com que cor se apresente, de onde vem, pra onde vai, não importa. Estaremos sempre a sua procura.

Contagem regressiva 35/40. Último da série.

Os livros ficaram prontos! Viva. De onde partiu a ideia dos Tsurus Metamorfos, hahaha.

V. Nova Série Tsurus Metamorfos Kraft Alumínio – Tsuru Metamorfo Pavão – Penúltima semana.

17760815_918080658294445_6621839970626080310_o

35. Tsuru Metamorfo Kraft Alumínio Mola 04.04042017 – Papel utilizado: Papel Filipaper Scrap Kraft Marrom (30,5cm x 30,5cm) + Peças diversas + Fio de Alumínio.

 

34. Tsuru Metamorfo Kraft Alumínio Corrente 03.03042017 – Papel utilizado: Papel Filipaper Scrap Kraft Marrom (30,5cm x 30,5cm) + Peças diversas + Fio de Alumínio.

01.TsuruMetamorfoAlumínio Corrente03.03042017

 

 

33. Tsuru Metamorfo Kraft Alumínio Olho 02.02042017 – Papel utilizado: Papel Filipaper Scrap Kraft Marrom (30,5cm x 30,5cm) + Peças diversas + Fio de Alumínio.

02.TsuruMetamorfoAlumínio Olhos 02.02042017

Curiosidades sobre o Papel kraft: é um tipo de papel fabricado a partir de uma mistura de fibras de celulose curtas e longas, provenientes de polpas de madeiras macias. Esta mistura de fibras confere a este tipo de papel características de resistência mecânica com bom desempenho para o seu processamento em máquinas e uma relativa maciez.
Pode ser laminado com alumínio, recoberto com parafina ou ainda com resinas plásticas (polímeros) a quente.
Estas propriedades e capacidades de processamento permitem que seja usado para produzir sacos e sacolas, envelopes para correspondência e cartonagens diversas (como pequenas caixas, como as para produtos de cosmética e higiene, confecções, bijuterias, etc). O papel do tipo kraft é matéria prima para a produção de papelão ondulado. Fonte Wikipédia

História do Papel:
http://www.portalsaofrancisco.com.br/historia-geral/historia-do-papel

 

32. Tsuru Metamorfo Kraft Alumínio Placa 01.01042017 – Papel utilizado: Papel Filipaper Scrap Kraft Marrom (30,5cm x 30,5cm) + Peças diversas + Fio de Alumínio.

02.TsuruMetamorfoAlumínio Cristal 02.02042017

Curiosidade:
“A brincadeira surgiu na França, no reinado de Carlos IX (1560-1574). Desde o começo do século XVI, o ano- novo era comemorado em 25 de março, com a chegada da primavera. As festas, que incluíam troca de presentes e animados bailes noite adentro, duravam uma semana, terminando em 1º de abril. Em 1562, porém, o papa Gregório XIII (1502-1585) instituiu um novo calendário para todo o mundo cristão – o chamado calendário gregoriano – em que o ano-novo caía em 1º de janeiro. O rei francês só seguiu o decreto papal dois anos depois, em 1564, e, mesmo assim, os franceses que resistiram à mudança, ou a ignoraram ou a esqueceram, mantiveram a comemoração na antiga data. Alguns gozadores começaram a ridicularizar esse apego enviando aos conservadores adeptos do calendário anterior – apelidados de “bobos de abril” – presentes estranhos e convites para festas inexistentes. Com o tempo, a galhofa firmou-se em todo o país, de onde, cerca de 200 anos depois, migrou para a Inglaterra e daí para o mundo.” Fonte: Mundo Estranho

“No Brasil, o primeiro de abril começou a ser difundido em Minas Gerais, onde circulou “A Mentira”, um periódico de vida efêmera, lançado no 1º de abril de 1828, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. A Mentira saiu pela última vez a 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente. Na Galiza (Espanha) o dia é conhecido día dos enganos.” Fonte Wikipédia.

 

31. Tsuru Metamorfo Kraft Alumínio Fusível 031.31032017 – Papel utilizado: Papel Filipaper Scrap Kraft Marrom (30,5cm x 30,5cm) + Peças diversas + Fio de Alumínio.

02.TsuruMetamorfoAlumínio Fusível 031.31032017

Aqui o tsuru sofreu uma metamorfose radical, tornou-se um tsuru pavão, hahaha.
Falta pouco para o lançamento da coletânea de poemas organizada pelo Luiz Bras (Paisagem Personas), que sairá pela Editora Patuá. O organizador também solicitou uma minibio divertida, inventada… hiperconectada.
Primeiro vem a imagem e depois eu escrevo, ou será o contrário?

“Mil tsurus (grous) de titânio trouxeram Tereza Yamashita para a Terra. Missão I: dobrar e desdobrar os mistérios da Girafa. Missão II: espalhar mil Abraços Dobrados entre Gatos e Crianças.”

Um grou gritou aqui em casa, o lançamento será em abril, dia 8, sábado na Editora Patuá no Bar Patuscada. Não percam!
Uma curiosidade: o pássaro pode emitir um som agudo como o de um trompete, que permanece no ar muito tempo depois de ele ter saído do nosso campo de visão. Esse grito é emitido através de um órgão chamado siringe, que é curvado e torcido como uma trompa.

Tsurus Metamorfos! Comecei no dia 1º de março de 2017, hoje já são 31 tsurus no total. Dobrarei os grous com papéis diversos e principalmente com os lindos papéis da parceria Filiperson, no formato quadrado de no máximo 30,5cm x 30,5cm, e com diversas técnicas de costumização: colagem, pintura, carimbos e etc. Creio que serão uns trinta ou quarenta tsurus metamorfos, divertidos e futuristas! Farei uma miniexposição virtual hiperconectada, hahaha.

 

 

V. Nova Série Tsurus Metamorfos Caixa de Tsuru – da Série Embalagens
29. Tsurus Metamorfo Caixa de Tsuru Prata 029.029032017 – Papel utilizado: Papel Filipaper Scrap Decor Poá Branco/Prata (30,5cm x 30,5cm) + Papel Importado Japonês Prata + Miçanga Pérola + Strass + Fio de Alumínio.

01.TsuruMetamorfoCxTsuru Prata 029.29032017

Curiosidade:
O prateado ou cor prata é uma cor associada ao moderno, às novas tecnologias, à novidade, à inovação.
Prateado atribui valores relacionados ao metal, como brilho, solidez e valor. Transmite estabilidade, sucesso, qualidade e distinção, principalmente quando associado ao preto. A cor prata em excesso promove a sensação de frieza e distância.

 

 

28. Tsurus Metamorfo Caixa de Tsuru Poá Azul 028.28032017 – Papel utilizado: Papel Filipaper Scrap Decor Poá Azul/Branco (30,5cm x 30,5cm) + Papel Filipinho Lumi Azul + Miçanga de Alumínio + Fio de Alumínio.

01.TsuruMetamorfoCxTsuru Azul 28030282017

Cartõezinhos de Natal, em formato de tsuru. Eles podem ser usados para escrever felicitações, para acompanharem os presentes. Eu particularmente os uso como cartão de visita, algumas pessoas usam também como marcador de página. Enfim, essa dobradura é muito versátil e bem fácil de fazer, é um “meio tsuru”! Quem já sabe dobrar um tsuru entenderá. Muitas pessoas já me pediram pra fazer o passo-a-passo dessa peça de origami, eu nunca tinha muito tempo, mas agora consegui. Como utilizo os papéis da parceria Filiperson, e eles são no formato A4, e para obter o papel quadrado, que é usado nessa técnica de dobradura, uma pequena tira de papel seria descartada (veja a foto), então achei um modo de utilizar essa tira, fazendo esses cartãozinhos, que acho muito fofos e úteis. Espero que curtam e consigam dobrar. Aqui eu utilizei pedaços de papéis menores que eu tinha guardado, para não desperdiçar, Mottainai!

Curiosidade – Conceito sobre desperdício no Japão
“Mottainai é uma palavra japonesa cujo significado mais representativo seria “que desperdício!”, porém seu conceito vai muito além disso, pois é usada em vários contextos. Podemos dizer que o Mottainai está incutido no DNA japonês pois se tornou uma tradição e uma prática cultural tão enraizada na sociedade japonesa que acabou até sendo conhecida internacionalmente. Na verdade é difícil traduzir “Mottainai” somente através de palavras, pois não se trata apenas de uma palavra solta, e sim, uma ideia, um conceito, uma filosofia de vida. Cada um tem sua maneira de interpretar e sua própria maneira de utilizar esse conceito ou filosofia dentro da sua própria história de vida. O Japão por exemplo, desenvolveu este conceito na base de muita dor e sofrimento. Como é uma ilha densamente habitada, com recursos naturais limitados, com poucas terras produtivas para cultivo e por ter passado por provações terríveis como pobreza extrema, fome, guerras, desastres naturais, os japoneses aprenderam a valorizar tudo que pode parecer insignificante, até mesmo um grão de arroz.
Assim como a filosofia Wabi Sabi, a filosofia Motainai pode nos ajudar a entender a forma como os japoneses pensam e se relacionam com a Natureza e a Sociedade, além de nos ensinar lições valiosíssimas sobre essas questões.” Fonte Japão em Foco – http://www.japaoemfoco.com/mottainai-a-filosofia-do-desperdicio-no-japao

tsurusmandala

ok-passo-a-passocartacc83otsuru

 

V. Nova Série Tsurus Metamorfos Caixa de Tsuru Rosa – da Série Embalagens

02..TsuruMetamorfoCxTsuru Rosa 2703272017
27. Tsurus Metamorfo Caixa de Tsuru 027.027032017 – Papel utilizado: Papel Filipaper Scrap Decor Flor Branco/Rosa (30,5cm x 30,5cm) + Filipaper Metallics Rosa + Miçanga Borboleta + Pistilos + Fio de Alumínio.

26. Tsurus Metamorfo Caixa de Tsuru 026.26032017 – Papel utilizado: Papel Filipaper Scrap Decor Laço Vermelho/Branco (30,5cm x 30,5cm) + Papel Splash Prata/Branco A4 + Papel Importado Japonês Poá + Miçanga Pérola Branca + Fio de Alumínio.

Como comentei anteriormente, eu estarei facilitando oficinas de origami na Expo Imigrantes/Mega em julho, no estande da Filiperson. O tema desse ano serão as embalagens. Aqui eu fiz uma link entre os tsurus metamorfos e uma embalagem caixa de tsurus. Acho que ficou interessante. V. Nova Série Tsurus Metamorfos Caixa de Tsuru – da Série Embalagens

01.TsuruMetamorfoCxTsuru 03030032017
Curiosidade:
Sempre adorei fazer embalagens, desde a época da faculdade. Depois, eu trabalhei em agências de publicidade e fiz muitas delas, principalmente para o setor de alimentos e áreas diversas, até embalagem de papel higiênico eu fiz, rs. Época divertida!
Anexei algumas fotos e o link de estudo (Inserçao Origami no Processo de Projetação de Embalagens) feitos com origami nas embalagens. Bem interessante!

IV. Série Tsurus Tradicionais Folhas de Outono – Último da série

03.TsuruMetamorfoFolha 024.24032017
24. Tsuru Metamorfo Folha Transparente 024.024032017 – Papel utilizado: Papel utilizado: Filipinho A3 Amarelo + Ink Jet Transparente + Miçanga Transparente
https://yamashitatereza.wordpress.com/tsurus-metamorfos

Curiosidade:
“Num sistema óptico, transparência é a propriedade de ser transparente, isto é, que permite passar luz. A propriedade oposta é a opacidade. Embora no uso comum a transparência geralmente se refira à luz visível, pode realmente referir-se a qualquer tipo de radiação. Por exemplo, a carne é suficientemente transparente aos raios X, permitindo a impressão em películas fotográficas, enquanto o osso não o é, permitindo o uso de máquinas de raio X. Exemplos de materiais transparentes à luz visível são ar e alguns outros gases, líquidos tais como a água, a maioria dos vidros, muitos cristais e plásticos como Perspex. Onde o grau de transparência varia de acordo com o comprimento de onda da luz, a imagem vista através do material é matizada. Isto pode, por exemplo, ser devido a determinadas moléculas de óxido metálico no vidro, ou a grandes partículas coloridas, como numa fumaça pouco espessa. Se muitas de tais partículas estiverem presentes o material pode tornar-se opaco, como numa fumaça densa. Pode ver-se completamente através dos materiais transparentes à luz visível; isto é, eles permitem a visualização de imagens claras. Materiais translúcidos permitem que a luz passe através deles apenas difusamente, e então não permitem uma visão completa. Exemplos de materiais translúcidos incluem o vidro fosco, papel, minerais como o quartzo rosa e alguns tipos de âmbar.” Fonte: Wikipédia.

03.TsuruMetamorfoFolha 023.23032017
23.Tsuru Metamorfo Folha & Flor 023.23032017 – Papel utilizado: Filipinho A3 Amarelo + Papel Filipinho Color Cards Verde e Laranja + Palitos de bambu, técnica do origami.
https://yamashitatereza.wordpress.com/tsurus-metamorfos

Curiosidade
“A cor laranja significa alegria, vitalidade, prosperidade e sucesso. É uma cor quente resultado da misturas das cores primárias vermelho e amarelo. Está associada à criatividade, pois o seu uso desperta a mente e auxilia no processo de assimilação de novas ideias. Energia, entusiasmo, comunicação e espontaneidade são palavras chave associadas ao laranja.” Fonte: Significados.

02.Tsuru Metamorfo Folha 022.022032017

22. Tsuru Metamorfo Minifolhas 022.022032017 – Papel utilizado: Filipinho A3 Amarelo + Papel de origami importado – Momijis + Miçanga de madeira, técnica do origami e kirigami.

Curiosidade
“A cor amarela significa luz, calor, descontração, otimismo e alegria. O amarelo simboliza o sol, a prosperidade e a felicidade. É uma cor inspiradora e que desperta a criatividade. Estimula as atividades mentais e o raciocínio.
O pintor holandês Vincent Van Gogh explorou em suas obras as tonalidades da cor amarela de forma muito intensa. Um ambiente pintado de amarelo traz mais calor e iluminação. É ideal para dar a sensação de calor em ambientes frios e escuros. Também proporciona concentração e atenção, por isso, é recomendável para escritórios e salas de estudo.” Fonte: Significados

Bom dia! Para uma manhã fresquinha de outono!

02.TsuruMetamorfoFolha 021.21032017

21. Tsuru Metamorfo Folhas de Outono 021.021032017 – Papel utilizado: Metallics Azul + Folha origami (papel de anúncio japonês) – 8 módulos + Miçanga Transparente.

Um haicai de outono de Nelson Savioli (Barajiru, Haicais)

“Passos apressados
O outono e o livro demoram,
porém chegam juntos.”

III. Série Tsurus Tradicionais Mandalas
20. Tsuru Metamorfo Mandala Estrela Poá 020.020032017 – Papel utilizado: Papel utilizado: Metallics Azul + Decor Poá prata/branco + Poa branco/prata

Bom dia! Chegando na metade da minha meta 20/40. Ufa!
Abraços Dobrados com Poás

Curiosidade:
“As estampas PETIT POIS (chamadas também de bolinhas ou polka dots) tem seu significado oriundo do Francês, e POIS (se lê Poá) também é sinônimo de “ervilha”. É uma série de pontinhos que não precisam ter necessariamente mesmo espaçamento, cor e tamanho. Teve seu apogeu no auge do Modernismo, quando as composições geométricas estavam em alta e os contrastes entre claro e escuro estavam na moda, “as bolinhas”, serviram de motivos para padrões de estampas de estilistas como Coco Chanel. Posteriormente Carolina Herrera, nas décadas de 80 e 90, também as inseriu em suas criações. Não demorou muito para saírem da moda para a decoração, fazendo parte também de objetos e acessórios de decoração. A história do poá é um mistério, ninguém sabe de verdade de onde veio. Há quem diga que a estampa surgiu com imigrantes do leste europeu recém chegados à América lá pelos tempos do século XIX e que junto com eles trouxeram a polka, um ritmo musical, que fez muito sucesso e então “criaram” uma estampa inspirada nele, que combinasse com a alegria da Polka (daí, “polka dots”, que quer dizer poá em inglês). Já outra versão aponta o Walt Disney como popularizador da estampa, ao desenhar a ratinha mais famosa do mundo, Minnie Mouse e sua saia e laço de bolinhas. Tecidos com estampa de bolinhas são sempre associados à uma época retrô, especialmente aos anos 50, essa estampa fez um sucesso estrondoso no pós guerra, e venhamos e convenhamos não há nada mais alegre e inspirador que bolinhas! Realmente os anos 50 foram os anos das bolinhas. Divas do cinema, donas de casa, crianças e as pin-ups americanas, todos usavam Polka Dot. Da década de 50 pra cá a bolinha ganhou o mundo e transformou-se em um clássico da moda, que nesse revira e mexe que é o mundo fashion, acaba vindo sempre à tona.” Fonte modamodamoda.com.br e Petit Poá.

19. Tsuru Metamorfo Mandala Kirigami Estrela 019.019032017 – Papel utilizado: Metallics Azul + Filipinho A4 Sulfite + Miçanga Transparente.

Curiosidade: Kirigami, a arte de cortar capel dobrado.
Você conhece essa bela arte? Kirigami vem das palavras japonesas “kiru”, que significa “cortar” e “gami” que significa “papel”. Ou seja, trata-se da arte de cortar papel dobrado, diferente do origami, em que dobra-se o papel sem cortá-lo (tradicional). É comum algumas pessoas confundirem os dois, mas existem diferenças entre eles, embora alguns tipos de papeis e técnicas de dobraduras sejam comumente utilizados em ambos. A principal diferença entre os dois é o fato de que, como dito anteriormente, não é permitido cortes ou colagens em projetos de Origami tradicionais. Já no Kirigami, essas técnicas são aceitas e amplamente exploradas.
O conceito do Kirigami é baseado na simetria. Com algumas dobras e alguns cortes, uma simples folha de papel transforma-se em um projeto que pode ir de uma simples arte decorativa ou cartão pop-up, a uma complexa escultura 3D. São inúmeras possibilidades, que são utilizadas para diferentes propósitos.
Existem diferentes projetos de kirigami tais como desenhos geométricos de flores, flocos de neve, animais, pentagramas, entre outros, geralmente com designs simétricos. Um estilo muito comum entre crianças e jovens é dobrar o papel e através de um recorte, reproduzir flocos de neve ou bonecos. Fonte: Japão em Foco.

18. Tsuru Metamorfo Mandala Crane Ring 018.018032017 – Papel utilizado: Metallics Azul A4 – Decor Splash Prata/Branco – (30,5cm x 30,5cm, 180g)

06.Tsur MetamorfoMandala Tsuru

17. Tsuru Metamorfo Mandala Magic Circle 8 módulos(forma básica balão). Origami Toys. 017.017032017 – Papel utilizado: Metallics Roxo (30,5cm x 30,5cm – 180g) Azul e Prata, Decor Listras e Bastonete A4.

03.Tsur MetamorfoMandala Sol 017.17032017

Bom dia! Hoje uma nova série de Tsurus Metamorfos.
Abraços Dobrados Circulares

02.Tsuru 16.MetamorfoMandala Sol 016.16032017
16. Tsuru Metamorfo Mandala Sol 016.016032017 – Papel utilizado: Filipinho A3 Amarelo (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Filipaper Classics – Diplomata Opaline 180g + Vidrilho Espelho

“A mandala é uma representação visual e plástica do retorno do homem à unidade, delimitando um espaço sagrado e atualizando um tempo divino. Trata-se de um símbolo de integração e harmonia, servindo de instrumento para meditação.
Em sânscrito, idioma indiano utilizado na liturgia do hinduísmo e budismo, a “mandala” significa “círculo”, sendo a representação geométrica do relacionamento íntimo existente entre o homem e o cosmo. Mesmo na psicanálise as mandalas têm o seu papel: Carl Jung, principal amigo de Freud (depois dissidente), considerava as mandalas como símbolos da personalidade quando estudava os processos de individualização das pessoas.”
Fonte: Significados.

III. Série Tsurus Tradicionais Fechados (asas levantadas).

03.Tsuru Metamorfo Flor enrolada015.15032017

Último da Série
15. Tsuru Metamorfo Flor Enrolada 015.015032017 – Papel utilizado: Metálico Filiperson para Scrap – Pérola branco – (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Flor enrolada + Miçanga Transparente.

04.TodosTsuru Metamorfo Flor enrolada015.1503

14. Tsuru Metamorfo Flor Seca Sempre Viva 014.14032017 – Papel utilizado: Metálico Filiperson para Scrap – Pérola branco – (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Flore seca + Miçanga Transparente. https://yamashitatereza.wordpress.com/tsurus-metamorfos

02.Tsuru Metamorfo FlorSeca014.14032017

13. Tsuru Metamorfo Minivassoura de Bruxa 013.13032017 – Papel utilizado: Metálico Filiperson para Scrap – Pérola branco – (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Minivassoura de Bruxa + Miçanga Transparente

04.Tsuru Metamorfo Vassoura Bruxa 014.14032017

Curiosidade:
Na bruxaria em geral, e especificamente na Wicca, a vassoura é um instrumento muito utilizado nos diversos rituais religiosos. A vassoura simboliza o masculino (através do cabo) e o feminino (através da piaçava). Hoje a vassoura é incluída na lista de ferramentas ritualísticas em muitos guias pagãos.
As vassouras há muito tempo têm sido relacionadas à bruxaria, quase universalmente retratadas em seu estilo medieval arredondado e associado às bruxas. Esse mito é explicado pelo fato de as bruxas utilizarem vassouras em seus ritos de celebração da natureza, pulando sobre as vassouras em meio a colheita, como a intenção de fazer a plantação crescer maior e mais rapidamente. Essa antiga prática, levou à crença moderna de que bruxas podem voar em vassouras. Lembrando que essa vassouras não são as comuns de limpar a casa,essas de limpar a casa têm um cabo reto porém as da bruxaria possuem um cabo meio torto. Relatos dizem que a o mito da que praticantes de bruxaria poderiam voar em vassouras, vem de uma época onde as mulheres para celebrar a boa colheita, subiam em vassouras e corriam e pulavam entre as plantações.
Elas são usadas para limpar a energia negativa em círculos ritualisticos. Antes e/ou depois de fazer algum tipo de ritual. Nos rituais matrimoniais da Wicca existe uma tradição onde os recém-casados saltam (de mãos dadas) uma vassoura deitada no chão, para marcar o início da vida espiritual em perfeita união. Fonte: Wikipédia.

12. Tsuru Metamorfo Triticum 012.12032017 – Papel utilizado: Metálico Filiperson para Scrap – Pérola branco – (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Trigo Seco + Miçanga transparente.

02.Tsuru Metamorfo Triticum 012.12032017

O trigo (Triticum) é uma gramínea cultivada em todo o mundo. Globalmente, é a segunda maior cultura de cereais, a seguir ao milho; a terceira é o arroz. O grão de trigo é um alimento básico usado para fazer farinha e, com esta, o pão, na alimentação dos animais domésticos e como ingrediente no fabrico de cerveja. O trigo é também plantado estritamente como forragem para animais domésticos, como a palha.
História: O trigo foi primeiramente cultivado no Crescente Fértil, no Médio Oriente. Os arqueólogos demonstraram que o cultivo do trigo é originário da Síria, Jordânia, Turquia e Iraque. Há cerca de 10.000 anos, uma mutação ou hibridização ocorreu, resultando em uma planta com sementes grandes, porém que não podiam espalhar-se pelo vento. Esta planta não poderia vingar como silvestre, porém, poderia produzir mais comida para os humanos e, de fato, ela teve maior sucesso que outras plantas com sementes menores e tornou-se o ancestral do trigo moderno.

 #

02.Tsuru Metamorfo Galhinhos Secos 011.11032017

11. Tsuru Metamorfo Galhinhos Secos 011.11032017 – Papel utilizado: Metálico Filiperson para Scrap – Pérola branco – (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Galhinhos de árvore seca + papel Metálico + Miçanga transparente.

II. Série Tsurus Tradicionais

10. Tsuru Metamorfo Ninho 010.10032017 – Papel utilizado: Metálico Filiperson para Scrap – Kraft Marrom – (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Palha + Palitos de Madeira + Minitsurus.

01.Tsuru Metamorfo Ninho 010.1003201

Curiosidade:
“O Tsuru (grou) e o seu significado para o povo japonês.
O grou é um dos símbolos mais tradicionais do Japão, considerado tesouro nacional. Os japoneses acreditam que o grou é uma ave sagrada que simboliza paz e vida longa. Elas também simbolizam o amor conjugal e a fidelidade, porque essas aves são monogâmicas, ou seja, depois que um casal de grous se une, só a morte os separa. Nem cegonha, nem garça… é grou! É importante salientar que o grou não é cegonha e nem garça, embora tenha algumas semelhanças e seja comum as pessoas se confundirem. Esta ave é tão presente na cultura japonesa que até está impressa no verso da nota de ¥ 1.000. Na frente está a foto do escritor Natsume Soseki, um dos maiores romancistas do Japão. Há uma lenda que diz que o grou pode viver até mil anos e por causa disso que acabou sendo associado à longevidade e sorte. Passou então a ser representada especialmente através da arte como dobradura, literatura e folclore. Com o passar do tempo, o tsuru evoluiu para a arte das dobraduras, chamados no Japão de origami, e passou a ser o tema mais popular, onde crianças e adultos passaram a dominar esta arte. Pouco depois do fim da Segunda Guerra Mundial, os tsurus de origami passaram também a simbolizar a Esperança e a Paz através de Sadako Sasaki e sua inesquecível história de perseverança.” Fonte: Japão em Foco.Sobre os diagramas: http://www.zoo.pt/site/animais_detalhe.php?animal=124

09. Tsuru Metamorfo Linhas 009.09032017 – Papel utilizado: Metálico Filiperson para Scrap – Prata – (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Barbante + Miçangas + Argolas de Madeira.

Curiosidade: “A partir de um ponto podemos traçar uma linha. A linha é uma sequência de pontos. Essa linha deve ser entendida como força e direção e não apenas como linha de contorno. Isso quer dizer que as linhas direcionam o nosso olhar diante da imagem. Assim, elas também podem gerar sensações psicológicas como paz, agitação, etc.” Fonte: arteeducacao

2010-11-19 11.34.17

moods1

http://www.updateordie.com/2017/03/09/38-linhas-para-designers-guardarem-na-gaveta/

08. Tsuru Metamorfo Bambu II 008.08032017 – Papel utilizado: Metálico Filiperson para Scrap – Pérola branco – (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Bambu Coração e pérolas/miçangas. Dia Internacional da Mulher.

07. Tsuru Metamorfo Bambu I 007.07032017 – Papel utilizado: Metálico Filiperson para Scrap – Prata – (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Bambu com nós e Miçangas marrons.

Curiosidade: “Aprenda a ser como um bambu japonês!”


Existem muitas florestas de bambu espalhadas pelo Japão e seu uso é bastante extenso. Não só no Japão, como também em muitos países, o bambu é considerado uma planta nobre e sagrada. É símbolo da multiplicação e da generosidade. No Japão e na China acredita-se que seu tronco oco, serve de morada aos deuses. Fonte: Japan em Foco

01-tsuru-metamorfo-metamorfose-006-06032017

06. Tsuru Metamorfo Bonsai I 006.06032017 – Papel utilizado: Metálico Filiperson para Scrap – Verde – (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Galhos de árvores secas, papel Metálico (folhas e minitsurus) e miçangas.

05. Tsuru Metamorfo Metamorfose II 005.05032017 – Papel utilizado: Metálico Filiperson para Scrap – Verde e Prata – (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Arame metalizado e Miçangas.

06-metamorfo-metamorfose-ii-005-05032017

04. Tsuru Metamorfo Japan 004.04032017 – Papel utilizado: Metálico Filiperson para Scrap – Roxo – (30,5cm x 30,5cm, 180g) + Papel importado do Japão – Cochae – Grapic Orizuru – Seigensha Art Publishing, Inc. Técnica: colagem de papel decorado importado +  disco de CD + vidrilhos.

03-tsuru-metamorfo-japan-004-04032017

03. Tsuru Metamorfo Stencil 003.03032017 – Papel utilizado: Profissional Filiart Renaud A3 200g (superfície texturizada com 30% de fibra de algodão). Técnica: colagem de minitsuris e papel decorado com a técnica do Stencil (OPA) com tinta acrílica e aquarela.


tsutsuru00

Feliz em participar dessa coletânea de poemas organizada pelo Luiz Bras (Paisagem Personas), que sairá pela Editora Patuá. O organizador também solicitou uma minibio divertida, inventada… hiperconectada.

Primeiro vem a imagem e depois eu escrevo, ou será o contrário?
“Mil tsurus (grous) de titânio trouxeram Tereza Yamashita para a Terra. Missão I: dobrar e desdobrar os mistérios da Girafa. Missão II: espalhar mil Abraços Dobrados entre Gatos e Crianças.”

Um grou gritou aqui em casa, creio que o lançamento será em abril.
Uma curiosidade: o pássaro pode emitir um som agudo como o de um trompete, que permanece no ar muito tempo depois de ele ter saído do nosso campo de visão. Esse grito é emitido através de um órgão chamado siringe, que é curvado e torcido como uma trompa.

E, então, eu decidi que vou dobrar um tsuru por dia até o lançamento do livro. Serão os Tsurus Metamorfos! Comecei ontem, dia 1º de março de 2017. Dobrarei os grous com papéis diversos e principalmente com os lindos papéis da parceria Filiperson, no formato quadrado de no máximo 30,5cm x 30,5cm, e com diversas técnicas de costumização: colagem, pintura, carimbos e etc. Creio que serão uns trinta ou quarenta tsurus metamorfos, divertidos e futuristas! Farei uma miniexposição virtual hiperconectada, hahaha.

tsuru-metamorfo-minilivros1

I. Série Tsurus que batem asa.

01. Tsuru Metamorfo Minilivro 001.01032017– Papel utilizado: reciclado, papel Tetra Pak, de suco, forrado com alumínio, quase um titânio. Técnica colagem de minilivros de origami.

02. Tsuru Metamorfo Metamorfose 002.02032017 – Papel utilizado: reciclado, papel Tetra Pak, de leite, forrado com alumínio, quase um titânio. Técnica: colagem de asas de borboleta de PVC.

tsuru-metamorfo-metamorfose2