Exposições

Outras exposições:

  • Projeto Submersão/Grupo Monhauúma – organização: Tereza Yamashita – Boulevard da Estação Metrô São Bento – março/abril de 2015. https://www.facebook.com/pages/Grupo-Monhau%C3%BAma/635995526523924

  • DSC03349
  • 2ª edição do Benchmarking das Artes. http://benchmarkingbrasil.com.brDSC00979
  • Exposição MailArt CupCake – MuBE 2014.
    DSC09572
  • Exposição Disparo de Tsurus -Vitrine doMetrô São Bento -São Paulo – dezembro de 2013Sem título-1
  • Arte Postal – Os Livros (Projeto de Constança Lucas) naAlpharrabio Livraria e Centro Cultural (setembro 2011) e Galeria Gravura Brasileira (março 2012).421595_398912710122273_100000106419607_1818119_1800832104_n
  • Arte Postal – Una Linea Por El Mundo en Bienal De Artistas Anônimos – Org. Alejandro Rosas Vera – Palácio De TerraTeig – Valência – España – Dezembro de 2011.
    images
  • Exposição: Que artista plástico sou eu” – O projeto, idealizado pelo crítico de arte Oscar D’Ambrosio, realizado pela reitoria da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, UNESP, que reuniu todas as telas recebidas num único grande painel em maio de 2012.
    DSC05941
    As imagens dos trabalhos também estão disponíveis no endereço: http://www.unesp.br/diadoartistaplastico.
  • Exposição Ensigno 2, exposição coletiva com os professores do MuBE nos Correios (Correios, agência central, setembro de 2011).
    Ensigno2
  • Exposição Ensigno, exposição coletiva com os professores do MuBE (Museu Brasileiro da Escultura, julho de 2011).
    MuBE-EnsignoFabioZanzeri
  • Exposição de Livros Didáticos – trajetória das capas editadas pela Editora Saraiva nesse seguimento. (Editora Saraiva, dezembro de 2006).
  • Ases da Capa: Mostra de Capas de Livros no Brasil (Museu da Imagem e do Som – MIS, São Paulo, 1999).
  • Um cartaz para Fernando Pessoa (IV Congresso de Estudos Pessoanos, Teatro Municipal, São Paulo, 1988).
  • Coletiva de pintura: técnica mista sobre papel (Saguão da Mogiana Veículos Ltda, São Joaquim da Barra, SP, 1987).

[ Término da organização (Tereza Yamashita 2015) – Projeto Submersão – Grupo Monhauúma ]

2015-04-29 13.57.52Presentes da Dani e da Sonia. Arigatô!

Hoje é o último dia da exposição “Submersão”, do Grupo Monhauúma. Enfim, deixo aqui registrada a grande experiência que adquiri ao criar um projeto e organizar um grupo tão belo e diversificado. Foi um grande aprendizado. Creio que o resultado ficou muito bonito, e aproveito para agradecer a todos pela colaboração, pelo apoio, participação e motivação. Foi fundamental, senão o projeto teria ficado apenas no papel. Um agradecimento especial pela parceria com o Metrô, a todos os funcionários envolvidos. Amanhã desmontaremos a exposição, snif. Agradeço aos amigos que visitaram a exposição, aos que torceram pelo grupo, e a todos do face que divulgaram e nos prestigiaram com mensagens de boa sorte.
Com carinho e saudades.
Abraços Dobrados Cerâmicos

Minibio e contatos no face, link abaixo:

https://www.facebook.com/pages/Grupo-Monhau%C3%BAma/635995526523924

DSC03361

Não percam! Até dia 28 de Abril.
A nossa exposição ainda continua no metrô São Bento – Submersão – Grupo Monhauúma.

fotocartaz abril

Sem título-1

http://www.metro.sp.gov.br/c…/linha-cultura/programacao.aspx

abril-submersão

Nova disposição das peças para o mês de abril. Mais fotos no link abaixo, face:
https://www.facebook.com/pages/Grupo-Monhau%C3%BAma/635995526523924

2015-03-31 16.38.52

O meu livro “Mãos Mágicas” e o Projeto Submersão, participando do MetroClick, uma ação cultural interna entre os funcionários do metrô. Os autores/funcionários das duas frases que mais se aproximarem da pergunta (abaixo) serão presenteados com um exemplar do livro “Mãos Mágicas”, que doei para as crianças dos funcionários do metrô. A pergunta é a seguinte: Como você vê a relação da arte do origami com a arte da cerâmica? Vai ser divulgado no dia 24 de abril, e a nossa exposição ficará até o dia 28, quem ainda não visitou, não percam, ok?!
Adorei todas as frases, ficaram ótimas, parabéns pra todos que participaram! Fiz parte da comissão que escolheu as duas frases vencedoras. Obrigada e espero que curtam o livro!
Abraços Dobrados Cerâmicos.

18106_643840992406044_7464574253741857580_n

10420386_643840792406064_8377186671191098943_n-1

Fotos do metrô! Minioficina de cerâmica. Arigatô.

6 - IMG_6990

Cartaz para minioficina de cerâmica
Cartaz: Materia-Prima/Tereza Yamashita
Fotos: divulgação ceramistas

Cartaz Oficina

Origami: Fish’s cake case by Fumiaki Shingu – dobrados por Tereza Yamashita.
Embalagens sustentáveis para transporte dos peixes de argila, que serão moldados no dia da oficina.

embalagem peixe-submersao

Presentes inesperados: minicartaz do metrô (Ana Mazzone) e CD/vídeo que a Sonia Marques editou, sobre a montagem da exposição.

11036082_641385155984961_6364064154858631001_n

Clique do dia. Foto enviada pelo metrô de Sampa.
Arte pública, social. O que importam os rótulos?
Fico imaginando o que essa senhora está fantasiando, observando as peças de cerâmica do Paulo Grell e da Maria Inês Grell. Família linda!
Com a exposição, fico feliz e gratificada de proporcionar algo novo para os milhares de usuários do metrô. Um minuto de reflexão, um minuto consigo mesmo e com a arte, com o belo.
Arigatô! Abraços Dobrados Cerâmicos.

content_id

http://www.metro.sp.gov.br/noticias/05-03-2015-estacao-sao-bento-expoe-obras-de-arte-em-argila.fss

submersão_00submersão_01DSC03504DSC03522

Queridos, a nossa exposição já está acontecendo! Ficaremos muito felizes com a sua visita!

Metrô São Bento – Boulevard – Vitrine Comercial 23 e 23A – Saída pela Rua Boa Vista.
Duração da exposição: março e abril de 2015.

De segunda a sábado, aos domingos é fechado.

Projeto Submersão – Grupo Monhauúma.
https://www.facebook.com/pages/Grupo-Monhau%C3%BAma/635995526523924
Linha da Cultura – apoio Metrô de SP.

Nossos agradecimentos a toda a equipe de marketing da Ação Cultural (Cleide, Ana Maria Mazzone, Sandra, Sandoval, Brandão Jaime) e ao Aloísio Castro e Aluizio Gibson.

Agradecimento especial aos ceramistas participantes: Ana Cristina, Cris Kim, Dani Bedollo, Ivete Fukimoto, Yara Fukimoto, Kathia Diniz, Kazue Matsuoka, Lela Ferreira, Miriam Aires, Maria Inês Grell, Paulo Grell, Nivaldo, Sonia Marques, Maíra. Organização: Tereza Yamashita.

3 - Cartaz_marco_2015_OK_final

grupo+lela

Fotos para cartaz divulgaçãoFotos de divulgação fornecidas pelos ceramistas.

Como todos sabem, tenho três paixões: a literatura infantil, o origami e a cerâmica.

Participo de um Grupo de Estudos de Cerâmica e tive uma ideia: montar um projeto de exposição (ainda virtual) com nossas  lindas peças. Exposição em março, aguardem!

Os participantes têm formação em artes plásticas, arquitetura, design etc., e, atendendo a necessidade de expressar sua criatividade, optaram pelo uso do barro, da argila. O grupo trabalha há muitos anos com essa matéria-prima, e a partir desses estudos e experiências muitas peças foram produzidas.

As peças têm certa semelhança quanto ao formato inusitado e criativo, algumas seguem tendências orgânicas, outras geométricas e outras mais realistas.

A partir das possíveis semelhanças, resolvi fazer uma pequena mostra com esses trabalhos que transcendem as formas do dia a dia, em cores e criatividade, como na natureza. Somando os quatro elementos vitais: terra, água, ar e fogo.

(…) ao seguir certos rumos a fim de configurar uma matéria,
o próprio homem com isso
se configura.
Quando vemos uma jarra de argila produzida há 5 mil anos por algum artesão
anônimo, algum homem cujas contingências de vida desconhecemos e cujas
valorizações dificilmente podemos imaginar, percebemos o quanto esse homem, com
um propósito bem definido de atender certa finalidade prática, talvez a de guardar
água ou óleo, em moldando a terra moldou a si próprio. Seguindo a matéria e
sondando-a quanto à [essência de ser], o homem impregnou-a com a presença de sua
vida, com a carga de suas emoções e de seus conhecimentos. Dando forma à argila, ele
deu forma à fluidez fugidia de seu próprio existir, captou-o e configurou-o.
Estruturando a matéria, também dentro de si ele se estruturou. Criando, ele se recriou.
(Criatividade e processos de criação – Fayga Ostrower – p.51)

Pensei primeiramente em um aquário. Todos gostaram muito da ideia, e acabamos redefinindo o tema, pensando agora no fundo do mar, com objetos de naufrágio, peças orgânicas, animais marinhos, carrancas, objetos inusitados, vasos etc.

Depois de muitos e-mails trocados, formamos um grupo menor, e finalmente batizamos o projeto. Sugestão dada por uma das participantes, a Maíra, e complementada pelo conceito oferecido por outra participante, a Lela.

E chegamos ao seguinte nome: Projeto Submersão.

DSC03349
Barro – Matéria-prima oceânica

Em um fenômeno da natureza, a água é o elemento mais importante das mudanças em
um processo que dura milhares de anos. Partículas de rochas depositadas no fundo do
mar se movem pela ação da água, mais tarde elevam-se à terra seca originando a argila,
a matéria-prima única do homem, tornando a arte mais produzida dos tempos. É o meio
de o homem se expressar pela forma. O ceramista, através do barro, expressa com suas
mãos o movimento da vida, o sopro da criação e o calor da alma.
Sonia Marly Marques – ceramista

Depois, outra participante, a Sonia, sugeriu que o grupo também precisaria de um nome. E, após várias sugestões, o Nivaldo nos apresentou um nome indígena, com um conceito muito interessante, e acabamos por assimilá-lo, apesar da dificuldade inicial da pronúncia: Grupo Monhauúma

Monhauúma – “Aquele que faz com barro.”
O significado de Nhauúma é barro. O prefixo Mo era aplicado, no idioma indígena, com o significado geral: “aquele que faz”.

DSC03347

Enfim, deixo aqui registrada a grande experiência que adquiri ao criar um projeto e organizar um grupo tão diversificado. Grande aprendizado, rs. Mas creio que o resultado ficou muito bonito e ficará, na exposição em março, aguardem!

Obrigada a todos pela colaboração, pelo apoio e pela participação, com sugestões de nomes e textos, e outras motivações. Foi fundamental, senão o projeto ficaria apenas no papel.

Agradecimento especial para a Sonia, a Cris, a Yara e para a Maíra, pelos layouts e perspectivas.

DSC03341
Espero que o grupo também tenha gostado da experiência! E que possamos, como as formigas, trabalhando arduamente, fomentar um pouco de ARTE & CRIATIVIDADE nesse mundo caótico.

Teaser no YouTube: http://youtu.be/PZyb_0NFeJg

Captura de tela 2014-10-06 às 12.04.08

Anúncios

Um pensamento sobre “Exposições

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s