Minientrevista com Antonio Cestaro, Editora Alaúde

[ Minientrevista com Antonio Cestaro, editor e sócio-proprietário da editora Alaúde ]

Foto de origami + fotos do editor (divulgação)

O Cestaro eu conheci pessoalmente em 1999, quando fiz um projeto gráfico para a editora. Até então, ele era gerente de produção da Paulinas, e trabalhava junto com a Irma Cipriane, na época, editora de arte. Hoje ele é editor e sócio-proprietário da Alaúde. E novamente nos reencontramos quando ele publicou o meu primeiro livro, em coautoria com o Luiz BrasBia olhos Azuis, ilustrado por Rogério Soudeditora Alaúde.


A nossa Bia foi transcrita para o braile,
pela nossa querida Lucília Giordano da Ponto Art.

Todos me perguntam quando eu comecei a escrever. Eu comento que foi mais ou menos em 1997. Quando escrevi um infantil para um concurso, a Pituca e a chuva, que ficou engavetado por quase dez anos. E só em 2007 ele foi publicado pela editora Paulinas, agora em coautoria com o Luiz Bras. Confira toda a história do livro aqui, na retrospectiva mirim que fiz no Portal Cronopinhos.

Dessa forma, gostaria de agradecer pelo incentivo e pela confiança depositada em meu, aliás, em nosso (Luiz Bras, que também publicou pela Alaúde: São Paulo e o imperador da China) trabalho de literatura e de design gráfico. Arigatô! E agora aproveitem a minientrevista com o administrador, editor e novo escritor Antonio Cestaro.

Cestaro, como foi a sua infância/adolescência, e como a leitura e outras expressões culturais passaram a fazer parte da sua vida?

AC: Tive uma infância divertida, numa família espirituosa que sabia driblar as dificuldades da vida promovendo brincadeiras que envolviam todos os irmãos solidariamente, e podiam começar no quintal, na rua, e acabar na cozinha, no preparo de uma comida gostosa. A música estava no sangue da família e a paixão chegou depressa quando ganhei de presente, do meu pai, um violão acompanhado de um disco de um dos maiores violonistas da época, Dilermando Reis.

Usei uma parte importante do tempo da minha infância e adolescência no estudo musical, depois, ainda na adolescência, a magia de um livro teve o poder de abrir as cortinas da literatura na minha vida. Foi o livro A bolsa amarela da Lygia Bojunga, que me presenteou, naquela época, com uma nova maneira, emocionante e criativa, de interpretar o mundo.

Quando eu o conheci, em 1999, você era gerente de produção da Editora Paulinas. Hoje você é editor e sócio-proprietário da Editora Alaúde. Conte-nos como foi essa transição em sua vida.

AC: A palavra transformação é uma das que melhor definem o curso da minha história. Desde cedo percebi que tinha que transformar algumas coisas no meu mundo para poder me acomodar melhor nele. Minha mulher brinca dizendo que o Monteiro Lobato criou o personagem O reformador do mundo pensando em mim. A transição que você cita é parte das minhas reformas, cuja obra, ainda inacabada, pode ir do quadrado ao redondo sem nenhuma amarra.

Em 2010, a Editora Alaúde completou a primeira década. O foco editorial principal da editora é: nutrição e saúde, livros sobre automobilismo e mobilidade. Sendo assim, essa linha atraiu a atenção do empresário Fernando Ullmann, que é diretor presidente e um dos acionistas da Ipsis Gráfica e Editora S/A, correto? Soube que ele adquiriu, pessoalmente, um percentual do capital da editora, e assim vocês criaram, um novo selo: Tordesilhas, com a criação do logotipo por Kiko Farkas e o Joaci Pereira Furtado como editor responsável. Comente sobre essa nova fase empresarial e sobre essa nova linha editorial.

AC: Tenho uma relação de amizade e de trocas constantes na atividade gráfica e editorial com o Fernando. Quando decidimos criar o Tordesilhas, já éramos sócios, e foi uma estratégia de ampliar a atuação da editora para linhas editoriais ainda não exploradas e fortalecer o negócio no conjunto. O Tordesilhas foi pensado para editar exclusivamente obras de ficção de autores brasileiros e internacionais para atender a leitores exigentes na qualidade do conteúdo e também da forma. O projeto Tordesilhas foi muito acertado e hoje é sinônimo de requinte editorial.

A Pianista, de Elfriede Jelinek , ganhadora do Prêmio Nobel de Literatura
Folha Guia – Livros, Discos e Filme – página 6 – por Nelson de Oliveira

Na área infantil, vocês criaram um novo selo também: a Tordesilhinhas. A nova linha pretende inovar nos textos e explorar mais o modernismo das artes gráficas?

AC: A apresentação física das obras para o leitor mirim tem uma importância fundamental. As crianças interagem com o livro de forma completa, exercitando a percepção dos sentidos no formato, na textura, nas cores e nas dinâmicas que um livro pode oferecer além da leitura, e é por isso que os projetos gráficos do Tordesilhinas tem tratamento especial, para valorizar e dar expressão aos textos que também precisam ser encantadores.

Qual a sua opinião, como editor e empresário, sobre a literatura infantojuvenil contemporânea? Você acha que há preconceito contra a literatura infantojuvenil, que as pessoas consideram a literatura adulta superior?

AC: Só pode haver preconceito contra a literatura que convencionamos chamar infantojuvenil por parte daqueles que não a conhecem ou não entenderam ainda a sua importância. No meu caso particular, a litetarura infantil me ajudou a entender o potencial interior e a riqueza de recursos e valores que as pessoas podem acessar. E não podemos esquecer que a literatura para as crianças atua na formação educativa e sócio-cultural da sociedade.

E, para terminar, depois de editar muitos livros, de diversas áreas, que conselho você daria aos novos autores?

Minha recomendação é que busquem identificar qual é a voz, o timbre que é particular nas suas narrativas e trabalhem afinando esses elementos para desenvolver no texto uma personalidade própria e marcante. E que escrevam sistematicamente, porque a prática diária, tem o poder de aprimorar ao longo do tempo o estilo e demais elementos de um texto bem escrito.

12003343_1617556155185908_7118155512348554813_n

Antonio Cestaro nasceu em 1965, é formado em administração de empresas e atua como empresário no setor editorial de livros há mais de dez anos. Estreará como escritor em setembro próximo com o seu livro intitulado Uma porta para um quarto escuro, ilustrações de Amanda Rodrigues Cestaro e prefácio de Márcia Lígia Guidin.

25. Projeto Gráfico – Prêmio Jabuti – 2013.
3º – Uma porta para um quarto escuro – Cesar Godoy – Alaúde Editorial

Cestaro, sucesso nesse seu novo caminho de transformação!

Assim, eu termino esta mini com essa frase que adoro:
“A book is a present you can open again and again.” Anonymous

Abril • 2013

O segundo livro da dupla: Cestaro e Amanda (ilustrações) – Parabéns!

As artimanha do Napoleão e outras batalhas cotidianas

cestaro2

Abril • 2016

Não percam o lançamento de “Arco de virar réu”, primeiro romance de Antonio Cestaro. Será na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, a partir das 19h. Com leitura de trechos do livro por Fábio Malavóglia.

10583813_554613794718899_8703153332075624566_n

Agora, em abril, ele lançará seu terceiro livro, confiram o convite acima. Aproveito para agradecer pelo apoio e pela confiança em nosso trabalho (ah, o escritor e ensaísta Nelson de Oliveira-Paisagem Personas fez uma leitura crítica do original), e desejamos muita sorte e sucesso na nova carreira.

Abraços Dobrados Agradecidos.

DSC06059

2016-04-04 06.18.41

“A escrita é o nome de um vazio. […] Pois é sempre dessas fissuras, dessa devastação interior, que a literatura irrompe, e o romance de Cestaro comprova isso mais uma vez. […] É preciso fazer alguma coisa dessa dor que não cessa. Antonio Cestaro fez um inspirado romance”.  José Castello, escritor, jornalista e crítico literário.

Outras matérias: https://www.facebook.com/Antonio-Cestaro-545341852312760/?fref=ts

12924520_559065420940403_231509011045866202_n

Site: http://www.alaude.com.br/alaude/?ref=&partner_id=

No facebook: http://www.facebook.com/editoraalaude

Página pessoal no face: https://www.facebook.com/antonio.cestaro.58?fref=ts

Selo Tordesilhinhas: http://www.alaude.com.br/alaude/dept.asp?template_id=62&partner_id=1&dept%5Fid=195&dept%5Fname=Tordesilhinhas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s