Último contito

Relembrando contitos!

[Último contito da série: O sorriso devolvido e outros contos de amigos]

Amigas

Dona Joaninha nunca mais

quis morar em outro lugar.

Só na caixinha de música da vó Menininha.

Toda tardinha, a vó Menininha

de mãos enrugadas vem e abre a caixinha.

Então, uma linda valsa começa a tocar,

a bailarina se ergue e começa a dançar.

A vó Menininha de cabelos brancos

fica horas observando a bela bailarina.

Que rodopia sem parar.

E dona Joaninha, sentadinha

aprecia a música, a bailarina e a vó Menininha.

A vó Menininha já viveu muitos anos,

e agora só se lembra dos seus quinze anos.

Foi quando ganhou a linda caixinha de música.

Em outros tempos, todas as mocinhas ao debutarem

ganhavam uma linda caixinha de música

que também servia como um porta-jóias.

As moças mais ricas ganhavam um lindo anel de brilhantes!

Que ficava escondido na caixinha, era uma supresa.

Hoje a caixinha está feia e suja.

A saia da bailarinha está descosturada.

A música toca notas desafinadas.

Mas a dona Joaninha e a vó Menininha

não se importam.

A música e a bailarina estão preparadas.

Começa o espetáculo.

As amigas sorriem e voltam a sonhar.

O mundo gira alegre e torna-se encantado.

Essa é a magia da caixinha de música.

Tereza Yamashita

1

Amigo: alguém que sabe de tudo a teu respeito e gosta de ti assim mesmo. (Elbert Hubbard)

1

Aquele que procura um amigo sem defeitos termina sem amigos. (Provérbio Turco)

1

A única maneira de ter um amigo é sendo um. (Ralph Waldo Emerson)

1

Amigo. [Do lat. amicu.] Adj. Que é ligado a outrem por laços de amizade: pessoa amiga, companheiro; animal amigo. Amigo do peito.

1

Amigo-urso ou amigo-da-onça. Quem já não teve um amigo assim? É muito chato, né? Mas o legal é procurar ter amigos de verdade, e por isso resolvi escrever esses contos sobre amigos.

No meu tempo de criança, fazer amigos era só ficar na rua e ir se aproximando dos outros meninos e das outras meninas. A gente pegava a bola que vinha em nossa direção e já saia chutando e brincando. Na escola, nem se fala. Um passava na casa do outro e íamos em turma, brincando e aprontando pelas ruas do bairro.

Hoje as amizades são feitas de maneira diferente, por meio da internet, do msn ou do celular. Nas atividades extras, como no curso de esportes, de balé, de língua estrangeira ou de música, e principalmente nas áreas de lazer dos prédios e em parques.

É muito difícil encontrarmos crianças brincando nas ruas, hoje a violência tomou conta do nosso mundo. Não pense que é só no Brasil, em todo o mundo a violência está instalada. Mas em compensação, os meios de comunicação estão superavançados e agora podemos ter amigos no mundo inteiro, através da internet. Mas precisamos tomar muito cuidado, existem pessoas com más intenções, que nos enganam, dizem que são nossos amigos e não são. Podem ser ladrões que querem informações sobre a nossa vida, pedófilos que se aproveitam das crianças ingênuas, pessoas com preconceito raciais e tantos outros.

Por isso, devemos sempre estar alertas, nunca devemos conversar com estranhos e dar informações pessoais por internet, temos que conhecer bem a pessoa, saber se ela é confiável ou não. Sempre que você desconfiar de assuntos estranhos ou que o deixe constrangido, chame um adulto pra orientá-lo, ok?

E, lembre-se, nossos melhores amigos ainda são os nossos pais. Tente manter sempre um diálogo com eles, sobre qualquer assunto: sexualidade, drogas, namoro, sonhos e medos.

Um amigo compartilha a nossa vida, os nossos medos, as nossas alegrias, a nossa discrição, a nossa confiança e até o silêncio. Um amigo vai e volta, outros somem, outros ficam no coração, outros são chatos, outros nos fazem rir, outros choram com agente.

O importante mesmo é sempre ter e ser amigo.

Cultivar um verdadeiro amigo requer dedicação e tempo.

Dizem que o exemplo não é a melhor forma de ensinar, mas é a única. Então, que tal sermos ótimos amigos e darmos o exemplo? Conto com você!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Último contito

  1. Uma analogia que sempre faço é com plantas: há os amigos violetas, que você precisa regar muito, dar muita atenção para que sempre fiquem bem. Há outros, e esses eu tenho em alta conta, são os amigos-cactos. Para eles, uma regadinha aqui, outra ali e eles estarão sempre fortes ao nosso lado.
    Beijo grande, texto delícia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s