Pássaros 3

[ Série pássaros 3 ]

Dedico este poema a todos que um dia construíram uma ponte, e aos que estão tentando construir uma.

03.tsuruok2

A menina que construía pontes
Tereza Yamashita

Desde pequena, Ana estava fadada a construir pontes

Construía pontes de açúcar entre o doce e o melado

Construía pontes de linhas entre o ponto e uma curva

Construía pontes de risos entre uma piada e outra

Construía pontes de amor entre o menino e a menina

Construía pontes sem fim entre a imaginação e a liberdade

Construía pontes entre um olhar e outro

Construía pontes sem fim

Construía pontes de reunião entre dois amigos ausentes

Construía pontes entre a saudade e a distância

Construía pontes entre o medo real e o medo imaginário

Construía pontes minímas e máximas

Construía pontes entre um mimo e outro

Construía pontes entre o erro e o acerto

Construía pontes entre o falso e o verdadeiro

Construía pontes entre o orvalho e a seiva

Construía pontes entre o sonho e o pesadelo

Construía pontes sem fim

Construía pontes de água entre o rio e o oceano

Construía pontes de poeira entre um grão de areia e a pérola

Construía pontes de flores entre o beija-flor e o beijo

Construía pontes de algodão entre o macio e o branco

Construía pontes sem fim

Construía pontes entre a poesia e a prosa

Construía pontes entre o sim e o não

Construía pontes entre a vida e a morte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s