As máximas do Dia da Criança

[ Achado: as máximas do Dia da Criança ]

Aos 3 anos…
“Quando que ela vai virar pipoca?”
Pedro para a mãe, Silvana Curriel, que chegou reclamando que a cabeça estava estourando

Aos 4
“Sabe por que estou quietinho? Estou olhando o mundo”
Peri, em frase enviada pela avó coruja Christine

Aos 5
“Nuvem é pele de gente que morre e vai para o céu?”
Silvana, hoje com 49 anos, para a prima Eliana, 56, quando brincavam de dar forma às nuvens

Aos 6
“É que eu não consigo lembrar da minha infância”
Felipe, ao explicar para a mãe, Paula Azambuja, que estava chorando por não conseguir se recordar de uma música que os dois cantavam juntos quando ele tinha quatro anos

Aos 7
“Quando eu for presidente, vou chamar um monte de gente para limpar a rua, e quem sujar vai ter que pagar um dólar”
Artur, segundo frase enviada pela mãe, Luci Damian Parreira

Aos 8
“Acho que memória é uma coisa que fica na nossa cabeça e que serve para guardar coisas”
Guilherme, segundo frase enviada pela mãe, Andrea Maria Gonçalves

Aos 9
“Eu já fui preso…”
Rafinha, completando, segundo sua mãe, Silvia Tomanari, uma seqüência de frases do ex-prefeito Paulo Maluf no horário eleitoral: “Eu já fui prefeito, eu já fui governador, eu já fui…”

Aos 10
“Mãe, o que está acontecendo? É greve de dinheiro?”
De uma estudante, ao ouvir os pais falando sobre a gravidade da crise durante o jantar.

Crianças adoram brinquedos (os mais sofisticados, eletrônicos, é claro, rs). Algumas ainda curtem brincadeiras ao ar livre ou brincadeiras com papel e tinta. E brincadeiras com a leitura, como a contação de histórias, principalmente se forem contadas pelos pais e avós. Elas também gostam de brincar de representar os personagens dos livros, até criam um  teatro com seus bonecos preferidos, mas o que elas mais curtem, o maior presente mesmo, é a companhia dos pais, seja onde for: em casa, no quarto, no jardim, no carro, rs.

O importante para elas é a família estar unida, e principalmente brincando. As brincadeiras até podem ser  os jogos de memória: como os trava-línguas, brincar de lembrar o nome de personagens dos desenhos animados, o nome das marcas dos carros e até de soletrar palavras. Podem também brincar de contar piadas engraçadas, e morrer de rir. Ou mesmo só brincar de descansar e observar o céu cheinho de nuvens com suas formas engraçadas. Quer coisa melhor?

Enfim, o Dia das Crianças está chegando com muita diversão, presentes e livros! Aproveitem e curtam os seus filhotes. Eles crescem rápido demais, e depois perdemos a sua companhia para as futuras namoradas ou os futuros namorados, kkkkk

Aprendam a fazer um divertido pião de papel em origami. Confiram!


Ah, e aguardem, teremos novas mini-entrevistas:

1. Silvana Guimarães, mãe de três ou quatro (?) filhos bem grandinhos, rs. É editora e escritora.

2. Joba Tridente, contador de histórias e criador de bonecos e brinquedos feitos com materiais recicláveis!

Anúncios

Um pensamento sobre “As máximas do Dia da Criança

  1. Querida Tereza, adorei as frases!
    Quando o Bruno era muito pequeno, passeando comigo no parque, me disse: “Mamãe, a formiga passeia na pele da árvore. Será que ela tem cócega?” Acabei fazendo um poeminha, que saiu na revista Recreio e depois num dos meus livros.
    Que pena que eles crescem, não é mesmo? Temos, sim, que aproveitar e curtir ao máximo essa delícia que é ter criança na vida da gente.
    Um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s