Devaneio e criatividade

[ Devaneio e criatividade ]

Ilustração Tereza Yamashita

” Estudos provam que investir em momentos de devaneio é fundamental para a criatividade e ainda se torna uma habilidosa ferramenta contra o estresse.

O mérito do devaneio vai longe. Ao flexibilizar o pensamento, fomenta novas conexões entre as células nervosas — é o que os cientistas chamam de sinapse silente, que faz aqueles neurônios de mãos dadas, porém parados, passarem a funcionar na maior animação. Essa ginástica cerebral, que tanto contribui para a criatividade, possibilita um ensaio para grandes decisões.

Sigmund Freud (1856-1939), o criador da psicanálise, disse o seguinte a respeito desse treino mental: “Você pode engatar em ações sem nenhuma consequência. Pode imaginar-se ridicularizando seu professor ou dando uma surra no seu chefe, sem pretender, de fato, fazer isso”.

Esse é um dos motivos pelos quais é importante parar e deixar a mente extravasar. “Chega uma hora em que é necessário limpar a caixa postal do cérebro. Não há espaço para tantas informações que captamos durante o dia”, diz a pesquisadora Sílvia Cardoso, diretora do Instituto Edumed, um centro de neurociências de Campinas.

Matéria: Kátia Stringueto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s