[Vida de criança?]

[Vida de criança?]

Acabei de ler um livro que mexeu muito conosco, Luis e eu. Sequência, nossa vida na rua, da editora Peirópolis. Organização de Beth Ziani, com as lindas ilustrações/colagens (colagens, que amo! ,rs) da Silvia Amstalden.  O livro foi organizado por Beth Ziani com relatos da vida de Maria e Aline, duas garotas que tiveram uma longa e difícil trajetória de rua em São Paulo. A proposta pedagógica foi elaborada por Ana Carolina Carvalho. O projeto ganhou a bolsa ProAc de literatura em 2009.

Trata-se da história de duas meninas, de duas crianças de rua (criança em situação de rua e de abrigo). Vivemos sem ter noção da realidade dessas crianças. Vida de criança? Vivemos em um confortável apartamento, num bairro de classe média. Até o nosso gato, um charmoso SRD (sem raça definida), não precisa lutar para sobreviver. A geladeira e o freezer abarrotados de alimentos. Nossa filha, uma privilegiada, estudando em um colégio particular. Lendo o livro, com uma linguagem especial (gírias), parecia que eu estava lendo um romance de ficção, uma tragédia. Mas as cenas eram reais e muito tristes. Nos sentimos impotentes e de certa forma fechamos os olhos. Dizem que se os olhos não veem, o coração não sente. Infelizmente eu não conseguiria trabalhar com essas crianças, sou fraca, covarde (sorry). Admiro imensamente os profissionais que lutam por esses meninos e meninas, as madrinhas, os psicólogos,”tios” e “tias”, os policiais bons. Enfim, os nossos parabéns e o nosso obrigado!

Sinopse: “As histórias de Maria e Aline refletem realidades presentes e complexas. Por que não nos aproximarmos para entendê-las melhor? Por que muitas vezes resistimos a conhecer esse tipo de condição de perto? Por que não dar essa possibilidade aos nossos alunos, adolescentes de hoje, que inevitavelmente terão de pensar sobre tais questões, talvez encontrar soluções no futuro para um mundo mais justo e para que essas experiências sejam menos frequentes?” Assim a pedagoga introduz o projeto pedagógico deste livro tão forte e singular.

Para acessar o PDF gratuitamente, clique no link abaixo:

sequencia_prop_pedagogica

Obs: Sequência

“A palavra já diz: é o próximo do próximo. Na hora de comer ou beber alguma coisa, se algum amigo do grupo pedia sequência, a gente passava o que estava comendo ou bebendo, porque era de lei. Senão, na próxima vez que alguém ganhava algo, não passava pra gente.” Aline

Nem precisamos recomendar o livro, não é mesmo?!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s